Post Page Advertisement [Top]

O Alvor em Agosto.


Não nos apetecia, mas viemos embora do Algarve. 

Teria sido pior se as férias acabassem por aqui, a viagem no horizonte acabou por ajudar a fazer as malas para regressar.


Não sou, como já vos disse várias vezes, a maior fã do Algarve em Agosto. As ruas estão cheias, a praia está cheia e a "guerra" pelo pedaço de território para estender a toalha não fazem o meu género. Habituei-me a passar os verões na calmaria da Ericeira que, apesar da água gelada, me é mais familiar. Mas ele... ele habituou-se a rumar ao Algarve em Agosto, desde que se lembra de ser gente.

E, por isso, todos os anos fazemos as malas e rumamos a Sul. Fizemos das horas na praia, das caminhadas na areia, dos mergulhos no mar, do peixinho grelhado ao almoço e das bolas de berlim a nossa rotina. Soube-nos tão bem. Por mais que o que nos mova seja conhecer o mundo, também somos muito felizes a voltar aos lugares de sempre. E, até para mim, o Alvor também já é um bocadinho meu.

Fomos também felizes a descobrir novos sítios, e o passeio de barco pela costa Algarvia que fizemos num dos dias - e de que vos falaremos brevemente -  só reforçou a ideia de que Portugal é mesmo o país mais bonito do mundo. A água verde esmeralda, tão límpida, as rochas, as praias secretas e, ainda mais impressionante, as grutas. Grutas pequenas, grutas quase sem entrada de luz, os algares que nos deixam, por entre as rochas, ver o sol. A companhia e sabedoria do Capitão Lamy, que conhece a costa como poucos e nos mostrou os seus maiores segredos. 

Foi, ainda assim, um Algarve atípico. O fogo na Serra de Monchique estava demasiado perto, o céu pintou-se de cinzento, a cinza caía a todas as horas e dificultava-nos a respiração. Durante os primeiros dias de férias, não vimos o sol. O coração andou apertado, com as notícias que viamos nos media e com os relatos que ouvimos, contados na primeira pessoa. Esperámos notícias mais animadoras e elas, finalmente, vieram. A visita que fazemos sempre a Monchique, o almoço nos restaurantes com que sonhamos o ano inteiro... ficaram para o próximo verão.

Por esta hora, enquanto nos lêem, estaremos já com ambos os pés em Marrocos. Prometemos dar notícias!

Bottom Ad [Post Page]