Post Page Advertisement [Top]

O que fazer em Los Angeles - Warner Bros. Studio Tour


Los Angeles é a cidade das artes e do cinema, e por isso esta tour não podia faltar. Como já vos dissemos várias vezes, não somos fãs de tours nem grupos organizados de viagem, gostamos de fazer as coisas ao nosso ritmo e de acordo com as nossas preferências. Mas há casos em que não há forma de escapar e, nesta viagem aos Estados Unidos, isso acabou por acontecer várias vezes.

Desde que pensámos em visitar Los Angeles que era para nós ponto assente que quereríamos visitar uns Estúdios. Depois de pesquisar um pouco percebemos que os estúdios da Warner Bros. seriam os que mais tinham a ver connosco, pelos programas, filmes e séries que aqui são gravados.
É sempre uma incógnita o que vamos encontrar e por onde é que a nossa tour vai passar - tudo depende das gravações que existam naquela altura e do que esteja a decorrer, em específico, naquele dia. Há também exposições temáticas que vão alterando e não é possível saber, de antemão, quais estarão disponíveis. Ainda assim, a probabilidade de acertarem em algo que gostássemos era muito elevada. E acabou por acontecer!

Comecemos pelo princípio. É preciso reservar a tour com antecedência - reservámos cerca de um mês antes - e é muito fácil fazê-lo através do site oficial em português do Brasil (aqui). Escolhemos a Studio Tour, mais genérica, mas há tours mais dedicadas aos clássicos, por exemplo. E também tours deluxe, cinco vezes mais caras... A Studio Tour custou-nos 65$ por pessoa e recebemos, imediatamente, os bilhetes e todas as instruções no nosso e-mail.

Depois, foi só esperar pelo dia e estar lá à hora combinada.




Apesar de estarem dezenas de pessoas, em cada horário, a entrar nos estúdios, as tours são feitas em pequenos grupos, cada um com um guia específico. Tivemos imensa sorte com o guia que nos calhou, super bem disposto e falador. Contou-nos imensas peripécias, mostrou-nos imensos pormenores e fez de cada paragem uma festa, literalmente.

O trajecto dentro dos Estúdios (são E-NOR-MES) é feita numa espécie de carrinho de golf com vários lugares, conduzido pelo guia. Além de nos ir mostrando várias coisas ao longo do trajecto, fizemos várias paragens e vimos alguns dos sets de filmagem no interior.




Os sets exteriores, por incrível que possa parecer, não mudam muito. E rapidamente nos apercebemos que aquela igreja que vemos aparece, igualzinha, em filmes com mais de 40 anos e em vários episódios das Pretty Little Liars, para vos dar um exemplo. 
As alterações vão sendo feitas consoante cada zona é necessária para determinada filmagem e, por isso, conseguimos ver lado a lado cenários das Gilmore Girls e do Shameless.





Há alguns anos atrás, fui seguidora assídua das Pretty Little Liars e foi muito giro perceber que, apesar da série já ter acabado há alguns anos, ainda era possível ver alguns dos cenários.
E foi giro também, perceber, como na realidade são diferentes daquilo que imaginamos quando vemos a série. Na foto abaixo, por exemplo, estou sentada no alpendre da Emily. Que, no cenário real, fica mesmo em frente ao casarão da família Hastings (a casa da Spencer) e que o caminho de lá até ao famoso barracão são uns meros passos. 


Uma das coisas mais curiosas que o nosso guia nos mostrou foram as árvores. Todas as árvores nos estúdios exteriores são verdadeiras, mas os ramos não! Como podem num dia estar a filmar um cenário de Verão e no dia seguinte um cenário de Inverno com neve, os ramos são falsos e agrafados aos ramos originais da árvore, de forma a dar um aspecto mais convincente à coisa. Convincente mas só ao longe, de perto é perfeitamente visível a marosca!


Um dos pontos que nos fez gostar muito do guia que nos calhou foi, além da boa disposição, a preocupação em que a tour agradasse a todos os visitantes. Logo de início perguntou, a cada um de nós, quais as séries/filmes/programas de que somos fãs e tentou enquadrar no percurso pontos de forma a agradar a todos. Como comentámos que durante muitos anos segui as Pretty Little Liars, tive direito a paragem no carro da Marlene King, a produtora da série. Quem resiste àquele "I know who 'A' is"?


Depois dos sets exteriores, vimos duas exposições: uma dedicada aos carros do Batman e outra com os figurinos dos mais variados filmes, desde Harry Potter aos mais variados clássicos. Mais uma vez, muita marosca. Os carros do Batman são carros "banais" com carroçarias falsas colocadas por cima. Estando perto, conseguimos perfeitamente ver o carro "verdadeiro" lá por baixo! E a maior parte dos figurinos tem uma qualidade semelhante... à loja do chinês!



Vimos também alguns estúdios de séries e programas aqui gravados, como é o caso do Big Bang Theory. Ficámos a saber que é possível assistir às gravações (com bilhetes próprios) e que muitas vezes os finais são testados com público, estando o guionista presente para ir alterando o guião consoante as reacções do público!

Depois, visitámos a última parte da tour, um pavilhão com uma espécie de museu e actividades interactivas. Não vou contar tudo, porque esta parte é sempre igual para todos os grupos e estragava a surpresa, mas posso-vos dizer que podem participar numa cena do Friends, gravada em pleno Central Perk!



No final, estão réplicas de todos os Óscares ganhos em produções da Warner Bros. Não são poucos!


Foi uma manhã muito bem passada, divertida e com muito para ver, independentemente dos gostos. Apesar do preço da tour ser elevado (como é habitual nos E.U.A.) valeu a pena!

Bottom Ad [Post Page]